Página não oficial do Concelho de Castanheira de Pera
Quinta-feira, 23 de Julho de 2009
04 de Julho de 2009 - Discurso da Srª Presidente da Assembleia Municipal De Castanheira de Pêra, Drª Conceição Soares

(Discurso da Srª Presidente da Assembleia Municipal De Castanheira de Pêra, Drª Conceição Soares – Esta anotação é da nossa responsabilidade)

 

   Alguém disse um dia:

   “Há homens que lutam um dia, e são bons;

   Há outros que lutam um ano, e são melhores;

   Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;

   Porém há os que lutam toda a vida

   Estes são os imprescindíveis”

   É, sem dúvida, desta fibra, que são feitos os Castanheirenses.

   Olhando à nossa volta, nas paredes que nos acolhem, podemos contemplar os que traçaram os destinos do nosso concelho. Num tempo, escolheram os caminhos a seguir. Nem sempre foram escolhas fáceis, nem sempre foram aplaudidos por todos os Castanheirenses, mas todos eles, acredito, escolheram, pensando no crescimento da nossa terra.

   O sucesso consegue-se com decisão, confiança e persistência, não com desânimo, indecisão e lamúrias.

   E o povo de Castanheira sabe disso muito bem, e é por essa razão, que o trabalho sempre norteou o seu trajecto.

   Tão bem retrata o espírito das nossas gentes, a medalha que observamos nesta sala. “O trabalho perseverante vence todos os obstáculos”.

   Deverá ser ela o mote, o lema que precisamos ter sempre presente nos tempos conturbados que vivemos.

   Este, é um tempo em que é necessário unirmo-nos de novo, não apenas para estarmos juntos, mas principalmente, para fazermos algo em conjunto.

   É fácil, culpar a crise ou a ineficácia dos políticos, para a situação em que nos encontramos, mais fácil é encolher os ombros e dizer que não podemos fazer nada.

   Mas, não é desta fibra que é feito um Castanheirense verdadeiro, ser conformista nunca fez parte do nosso “catálogo de valores”.

   O conformismo, tal como disse John Kennedy – É o carcereiro da liberdade e o inimigo do crescimento.

   Os Castanheirenses sabem, que às vezes a ideia mais simples, faz a maior diferença…

 E tão necessárias que são neste momento as ideias !

 E desengane-se quem pense que só alguns é que podem ter ideias, ou melhor dizendo, que só as ideias de alguns é que são boas.

   95 anos o deputado Sr. Bissaya Barreto Rosa, aquando da sessão inaugural do nosso concelho, afirmou que “… Tendo nós vencido a primeira parte da nossa jornada em prol do progresso da nossa terra, não podemos arrumar as armas e dormir sobre os louros da vitória. Com o mesmo ardor e com a mesma fé, devemos trabalhar sem sossego e sem descanso para o engrandecimento e felicidade do nosso concelho…”.

   Seguiu-se-lhe o Sr. Augusto Barreto exortando a que “… gastemos as nossas energias nesse grande e maravilhoso edifício a construir, que há-de ser o nosso concelho e não as desperdicemos perdulariamente em hostilidades inconvenientes e impolíticas.”.

   São sem dúvida palavras para lembrar mas também, e principalmente, palavras para reflectir. O tempo passou, mas a sua importância e actualidade mantêm-se.

   Lá diz o povo e com razão, “A união faz a força!”.

   E hoje, tal como há 95 anos, o que Castanheira mais precisa é de Castanheirenses unidos, a puxar para o mesmo lado; e esse lado, só poderá ser o lado do progresso e do bem-estar, lado, que seja acessível a todos, porque é de todos que Castanheira é feita e só com todos, poderemos ir mais além.

   Vivemos um tempo de incertezas, de dificuldades e antivalores, um tempo em que a arrogância impera e a cada dia que passa, o fosso entre ricos e pobres se vai alargando. A nossa terra, não está a passar ao lado desta crise.

 Também aqui, a crise se sente.

É preciso dar resposta aos problemas que no dia-a-dia nos afligem; mas só um esforço colectivo, sem desânimos e visando o bem comum, pondo de lado interesses pessoais e partidários, nos levará a “bom porto”. 

   Sempre fomos uma gente determinada, que sempre soube, perante a adversidade, arregaçar as mangas e utilizar as mãos, não para “atirar pedras aos outros”, mas para construir soluções.

 A nossa história local, quando se referir a nós, continuará a fazê-lo com o orgulho de alguém que nos viu vencer.

Ou não fossemos nós enxertados na rocha da serra, que nos fez fortes e molhados pelas águas da ribeira que nos fez audazes.

   Caramba! Somos Castanheirenses!

   “Desta vila, risonha e galante,

   Somos todos leais, valorosos,

   Em nossa alma, de vida estuante,

   Há orgulho de filhos briosos.

 

   E da Terra, que é mãe caprichosa,

   Levantemos o nome bendito,

   Elevando-a mais alto, orgulhosa,

   Para além do azul infinito!”

 

   Quadras cheias de amor a Castanheira, escritas por Maria da Saudade.

   Palavras que nos definem, ontem, hoje e sempre.

   Hoje, comemoramos 95 anos, “prantámos” os nosso melhores “fandanicos” e “estamos desertos” pelo “bailho”. “Chegáramos” em alegre “labarinto”. Os do Norte “p’i da baixo” e os do Sul  “p’i da cima”.

   Ao “alçome” vamos “mosquir” “carcóvios” e “arnéca” de “querpo”.

   Hoje, comemoramos também a nossa cultura, os nossos usos e costumes, o nosso linguajar, onde não podia faltar o laínte.

   É também ela que nos caracteriza, e que ao longo dos tempos deixou marcas na nossa personalidade. Povo da serra, ainda hoje marcamos encontro com os nossos vizinhos no Santo António da Neve para preservar tradições.

Se a rudeza das penedias e os esforços nas fábricas, muitas vezes nos fizeram chorar, também nos ajudaram a ser que hoje somos, a saber enfrentar desafios e a dar “a volta por cima” quando a situação assim o exige.

Mudar de rumo nunca nos meteu medo. Os desafios fazem-nos crescer.

   Parafraseando Kalidás Barreto terminarei dizendo “Não somos uma terra morta, estamos vivos”.

   Vivos, confiantes e orgulhosos não só da nossa terra, como também de todos nós.

Desafio-vos a levantarem-se, darem as mãos e cantarem os Parabéns a Castanheira, não da forma a que estamos a habituados, mas de um modo um pouco mais original:

Se queres vir a Castanheira,

Sobe a Serra da Lousã

E vê esta gente boa

A trabalhar com afã.

Anda vem daí comigo,

Anda ver o seu jardim

E verás se é como eu digo

O seu encanto sem fim.

Águas do Pinçal

Que boas que são,

Porém farão mal

Ao teu coração.

Porque diz a lenda,

Que é verdadeira,

Quem beber lá água

Casa em Castanheira!

                                                                         4 de Julho 2009



publicado por Filipe Lopo às 08:54
link do post | favorito
 O que é? |

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Novo endereço - http://ca...

AS SUAS NOTICIAS - O NOSS...

25 de ABRIL de 1974 - 36º...

OS PERIGOS DA INTERNET

VIOLÊNCIA EM DEBATE

CASTANHEIRA DE PERA RECEB...

CARTA DE UMA MÃE PARA OUT...

CORO DE SANTO AMARO DE OE...

TOMADA DE POSSE DOS ELEIT...

DISCURSO DO PRESIDENTE DA...

TOMADA DE POSSE DOS ELEME...

HOJE ESTOU DANADO

ACTO ELEITORAL NA FREGUES...

FUTEBOL DE RUA – ÉPOCA 20...

APANHA DE SEMENTES – PROJ...

GNR de Pombal apreendeu m...

CANYONING - Ribeira de Qu...

“DEUS ABENÇÕE OS PAIS MAU...

RESULTADOS DAS ELEIÇÕES A...

DISTRIBUIÇÃO DE MANDATOS ...

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 200...

EXPOSIÇÂO NA CASA DO TEMP...

Há Festa em Castanheira d...

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS EM C...

PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA ...

PARTIDO SOCIALISTA - CAND...

"PAISAGENS" EXPOSIÇÃO FOT...

EXPOSIÇÃO DE MOTORIZADAS ...

Iº Torneio de Vólei Praia...

DUAS LUAS A 27 DE AGOSTO ...

DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA

DIA INTERNACIONAL DA JUVE...

Dia 15 de Agosto a RTP ch...

PSD candidata presidente ...

CASTANHEIRA DE PERA - PS ...

04 de Julho de 2009 - Dis...

04 de Julho de 2009 - Dis...

Festa do Livro volta à Pr...

COMEÇOU A CAMPANHA ELEITO...

JS não integra lista do P...

ULTIMA HORA - MINISTÉRIO ...

PEDIDO DE DESCULPA

CANDIDATO À AUTARQUIA CAS...

95º ANIVERSÁRIO DE CASTAN...

APRESENTAÇÃO DE 70 NOVAS ...

PASSEIO PEDESTRE, ESCONHA...

Stº ANTÓNIO DA NEVE - C...

Memórias do Antigamente l...

XII FESTIVAL DE FOLCLORE ...

TRIANGULACOES de JOSÉ POR...

arquivos

Janeiro 2011

Abril 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

tags

todas as tags

links
Paralaxe

VISITAS

Estadisticas web
blogs SAPO
Pesquisa
 Busca e Pesquisa Evangélica